sexta-feira, julho 1, 2022

Latest Posts

Mostra gratuita em São Paulo celebra centenário de Krajcberg

Em homenagem ao centenário de Frans Krajcberg, o Museu Brasileiro da Escultura e Ecologia (MuBE) realiza, de 7 de maio a 31 de julho, em parceria com o Instituto do Patrimônio Histórico e Cultural da Bahia (IPAC), a exposição histórica e antológica “Frans Krajcberg: por uma arquitetura da natureza”, com curadoria de Diego Matos, curador-chefe do Museu. A mostra contará com obras vindas de diversos lugares como do Sítio Natura, em Nova Viçosa (BA), onde o artista realizou grande parte de sua produção, além de obras de coleções privadas e museus. Ao todo serão cerca de 160 trabalhos entre esculturas, pinturas, desenhos, gravuras e objetos..

O centenário do artista e ambientalista ocorreu em 2021 e será comemorado nesta exposição, trazendo toda a sua potência e diversidade, além de incluir sua produção artística que se conecta com a natureza e seu ativismo ecológico, sem perder de vista um olhar histórico que apresenta em totalidade seu apuro técnico, conceitual e ambiental.

A exposição marca também o início dos trabalhos de preservação, conservação e divulgação do acervo e do Sítio Natura, doados pelo artista ao Governo da Bahia, com os quais o MuBE está cooperando. “Nossa equipe passou 16 dias em Nova Viçosa colaborando com a equipe do IPAC na realização dos trabalhos de catalogação e recuperação das obras de Krajcberg e do Sítio Natura. Foram mais de 40 pessoas envolvidas, muitas da própria região, nesse grande esforço coletivo pela preservação deste importante acervo”, comenta Flavia Velloso, presidente do MuBE.

Para João Carlos Cruz, diretor-geral do IPAC, “a parceria com o MuBE e esta exposição, com entrada gratuita, representam uma excelente oportunidade para dinamizar o acervo de Frans Krajcberg doado ao Governo da Bahia ao mesmo tempo em que promove sua revitalização e democratização, trazendo benefícios para todos”. Faz parte ainda do acordo entre o IPAC e o Museu a publicação de 4.500 exemplares de material educativo sobre a mostra, Frans Krajcberg e o Sítio Natura, que serão distribuídos para os estudantes da rede pública municipal e estadual de Nova Viçosa.

Com esta mostra “Resgatamos uma das missões iniciais do MuBE: de ser um centro para discussão de questões da arte e ecologia”, afirma Matos, curador da mostra. “Democratizar a arte e mostrar sua relação com a natureza e a diversidade são objetivos perenes do MuBE e de todas as ações que realizamos. Mais do que conferir o apelo estético e primoroso das obras exibidas, o público tem a oportunidade de se aprofundar no conhecimento sobre a riqueza e complexidade da cultura brasileira e da causa ambiental”, prossegue.

Depois do MuBE, a mostra segue para a inauguração do novo museu Wanderley de Pinho, em Salvador, onde serão concluídos os trabalhos de catalogação, preservação e restauração de todo o acervo de Frans Karjcberg doado ao governo do estado da Bahia. As peças retornarão para Nova Viçosa após a conclusão dos trabalhos de revitalização e adequação técnica dos espaços do Sítio Natura.

Mais sobre Frans Krajcberg

Frans Krajcberg (1921-2017) foi um escultor, pintor, gravador e fotógrafo polonês, naturalizado brasileiro. Em sua grande maioria, suas esculturas se caracterizam pelo uso de troncos e raízes carbonizadas recolhidas em desmatamentos e queimadas, denunciando a devastação do meio ambiente.

Frans Krajcberg nasceu em Kozienice, lugarejo no interior da Polônia, em 12 de abril de 1921. Estudou Engenharia e Artes na Universidade de Leningrado. Após uma vida permeada pela produção e participação da cena artística em diversas localidades, incluindo Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná, em 1972 mudou-se para Nova Viçosa, no extremo sul da Bahia. Passa a buscar, então as árvores, como companhia e como matéria prima para seu trabalho. Em suas obras, utiliza restos de troncos e raízes carbonizados por queimadas ou resíduos de desmatamentos, vindos da Amazônia, de Mato Grosso ou da Mata Atlântica baiana. O artista faleceu no Rio de Janeiro, no dia 15 de novembro de 2017.

Sobre o Museu Brasileiro de Escultura e Ecologia

O MuBE, Museu Brasileiro da Escultura e Ecologia, foi criado a partir da concessão do terreno, situado entre a Avenida Europa e a Rua Alemanha, pela Prefeitura de São Paulo à SAM – Sociedade dos Amigos dos Museus, no ano de 1986, para a construção de um Centro Cultural de Escultura e Ecologia.

Para a escolha do projeto do prédio do Museu, foi realizado um concurso vencido por Paulo Mendes da Rocha. Nascia então o MuBE e seu prédio que é um marco da arquitetura mundial e que conta também com o jardim projetado por Roberto Burle Marx.

Serviço:

  • Exposição “Frans Krajcberg: por uma arquitetura da natureza”
  • Abertura: sábado dia 07/05, a partir das 11h30
  • Visitação: de 08/05 a 31/07
  • Horário: terça a domingo, das 11h às 17h
  • Local: Rua Alemanha 221, Jardim Europa – São Paulo (SP)
  • Entrada: gratuita

Fonte: Assessoria de Comunicação/IPAC

Foto: Pedro Moraes/GOVBA

Latest Posts

spot_imgspot_img

Don't Miss

Stay in touch

To be updated with all the latest news, offers and special announcements.