quarta-feira, junho 29, 2022

Latest Posts

Plano Verão Sem Mosquito termina com resultados positivos contra dengue

Iniciado pela prefeitura por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e seu Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) em setembro de 2021, o Plano Verão Sem Mosquito chega ao fim neste mês de março, com resultados expressivos que fazem de Salvador referência nacional. Durante o período, cerca de 1,5 mil agentes de combate às endemias vem atuando fortemente nos 12 Distritos Sanitários.

Dentre as ações de destaque estão a distribuição de 2.225 capas para cobertura de reservatórios de água. Foram inspecionados 917 bueiros, 106 hotéis, 76 imóveis de matriz africana, 313 órgãos públicos 281 praças, 11 estações do metrô, 285 condomínios e 341 escolas.

Neste período, o distrito sanitário que mais distribuiu capas de chuva foi o do Subúrbio Ferroviário, com foco principal para as três ilhas que fazem parte do território de Salvador: Maré, Bom Jesus dos Passos e dos Frades. Todos os munícipes que receberam as capas assinaram uma declaração de recebimento se comprometendo realizar o uso adequado e manutenção das mesmas, além de declarar ciência das orientações recebidas quanto à eliminação dos possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti e das informações repassadas pelos agentes sobre as medidas preventivas de dengue, zika e chikungunya.

De forma paralela às ações do plano, os profissionais continuaram realizando as visitas domiciliares de rotina em todos os bairros da capital. Em novembro foram inspecionados 917 bueiros para verificar sobre a existência de focos do mosquito e, quando necessário, a realização de tratamento. Foram também inspecionados todos os cemitérios particulares e públicos da cidade.

Resultados – O último Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti (LIRAa), realizado entre os dias 3 e 7 de janeiro de 2022, apontou que Salvador apresentou uma Infestação Predial (IIP) histórica de 1,5%, menor indicador registrado nos últimos anos.

A coordenadora do CCZ, Isolina Miguez, atribui os números expressivos ao empenho, sobretudo, de todos os agentes e profissionais envolvidos no trabalho, bem como da população, que vêm se tornando os agentes da própria casa, da rua e do bairro, somando esforços contra o Aedes na cidade.

“Além das ações de eliminação de criadouros do vetor das doenças dengue, zika e chikugunya, que acontecem diariamente, o CZZ empenhou esforços contínuos que renderam esses números consideráveis. Temos muito a agradecer aos agentes de endemias e também a toda a população, que acolhe os profissionais e compreende a importância do trabalho para o bem e cuidado coletivo”, agradece.

Conforme o secretário da SMS, Leo Prates, os resultados do Plano Verão Sem Mosquito deste ano são fruto de uma série de intervenções, mobilizações e ações de conscientização junto à população feita através de campanhas e ações educativas coordenadas pela SMS, bem como a intensificação das atividades do CCZ casa a casa, dos inúmeros mutirões de limpeza realizados em bairros prioritários através da articulação de diferentes órgãos da Prefeitura, como a Limburb. “Seguimos com foco em nossa meta de baixar o LIRAa para 1%, igualando ao recomendado pelo Ministério da Saúde.  Para isso, o êxito do Plano Verão Sem Mosquito é fundamental”, afirma.

As atividades diárias seguem o cronograma normal atendendo os chamados da população. Para solicitar os serviços prestados p

Latest Posts

spot_imgspot_img

Don't Miss

Stay in touch

To be updated with all the latest news, offers and special announcements.