quarta-feira, junho 29, 2022

Latest Posts

Com investimentos da Embasa, Salvador chega aos 473 anos como uma das capitais mais bem saneadas do Brasil

Com 88% de cobertura do serviço de esgotamento sanitário, Salvador completa seus 473 anos de fundação, neste 29 de março, como uma das capitais mais bem saneadas do Brasil. E a Embasa continua investindo para ampliar ainda mais esse índice. Está em andamento, com 60% do cronograma concluído, a obra de implantação de infraestrutura de esgotamento sanitário em mais duas bacias sanitárias da capital. A previsão é que a obra seja concluída até o final deste ano.

Quando finalizada, essa infraestrutura será ligada às redes coletoras já instaladas dos bairros do Trobogy, Canabrava, São Marcos, Vila Canária, Sete de Abril e parte de Castelo Branco, conduzindo o esgoto coletado, nesta área, até uma estação de condicionamento prévio para ser enviado ao emissário submarino da Boca do Rio para dispersão adequada no oceano.

Com investimento de R$ 168 milhões, com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e próprios da Embasa, esta é a etapa do empreendimento que prevê o acesso à coleta e tratamento adequado de esgoto doméstico por rede pública nesses bairros, possibilitando desativar lagoas de tratamento de esgoto locais e ampliar a cobertura de atendimento do serviço público de esgotamento sanitário em Salvador. “Essa é uma das obras mais importantes em andamento atualmente em Salvador, pois vai beneficiar cerca de 200 mil pessoas que habitam esses bairros com saúde e qualidade ambiental”, declarou o presidente da Embasa, Rogério Cedraz

A implantação de esgotamento sanitário nas duas novas bacias, que está em andamento, prevê a instalação de 19,94 quilômetros de linha de recalque (tubulação de esgoto pressurizada), 11,20 quilômetros de interceptores (tubulação de grande porte sem pressurização), sete estações de bombeamento, 67,27 quilômetros de rede coletora convencional e 66,44 quilômetros de redes auxiliares.

Com a finalização das obras dessas bacias, o próximo passo para a ampliação do sistema público de esgotamento sanitário da capital baiana é a obra de implantação do esgotamento sanitário em outra bacia, na região de Águas Claras. Está em curso a contratação da empresa que irá executar a obra que vai possibilitar o acesso ao serviço público de coleta e tratamento de esgoto aos moradores de Águas Claras, Cajazeiras, Valéria e Jardim Esperança.

Investimento recorde

A ampliação do sistema de esgotamento sanitário de Salvador é um dos empreendimentos que a Embasa vem executando em um ano de investimento recorde da empresa. Em 2022, a empresa planeja investir R$ 1,4 bilhão em melhoria e ampliação da infraestrutura dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário em sua área de atuação. Esse montante supera, em muito, o total investido em 2021, que foi cerca de R$ 900 milhões.

Com a vigência da nova lei nacional de saneamento básico, desde julho de 2020, a Embasa se planejou para atender as metas de universalização da lei: 99% de cobertura para água e 90% de cobertura para esgoto até 2033. Por isso, a tendência é o aumento do volume de investimentos nos próximos anos.

Além da implantação do esgotamento sanitário em novas bacias em Salvador, os investimentos previstos para 2022 incluem outras importantes obras em andamento, como a ampliação do sistema integrado de abastecimento de água (SIAA) de Salvador, com a duplicação da adutora principal de água tratada. A integração das redes coletoras de esgoto que estão sendo implantadas em Lauro de Freitas ao sistema público de esgotamento sanitário de Salvador também faz parte dos investimentos de 2022 realizados pela Embasa.

Fonte: Ascom/Embasa

Latest Posts

spot_imgspot_img

Don't Miss

Stay in touch

To be updated with all the latest news, offers and special announcements.